Santuário

Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem

07h

08h30
11h
18h
19h30
21h
07h
08h
18h15
07h
08h
18h15
07h
08h
18h15
07h
08h
12h15
18h15
07h
08h
12h15
18h15
07h
08h
18h15
Domingo - Missa

07h

Você está em:

Conheça o Instituto Mater Christi – IMC

INSTITUTO MATER CHRISTI

SÍNTESE HISTÓRICA

Idealizado e liderado por Lídia Adelaide Bracher Cavalcanti de Albuquerque, o Instituto “Mater Christi” iniciou-se, em Belo Horizonte, MG.

Lídia, juntamente com outras Senhoras católicas, foram seduzidas pelo ideal de prestar assistência, espiritual e material, aos sacerdotes seculares, que tudo deixaram, sendo exclusivamente servidores do Reino, cuidando, evangelizando o Povo de Deus.

Com esse objetivo, formou-se o primeiro Núcleo de apoio aos sacerdotes e ao seu ministério apostólico, de acordo com as necessidades que iam surgindo, e com orações permanentes para que eles fossem santos e santificassem aqueles que lhes eram confiados nas diversas comunidades.

Em 15/11/1954, Dom Antônio dos Santos Cabral, Arcebispo de Belo Horizonte, aprovou o primeiro Estatuto da Associação e abençoou o grupo de senhoras iniciantes desta importante Obra, que levou o nome de “Mater Christi”. Esse grupo, Instituto Mater Christi, visava assemelhar-se a Maria Santíssima, que cuidou de Jesus, Sumo e Eterno Sacerdote. Os membros da nova Associação deveriam assumir o compromisso de cuidar dos sacerdotes, principalmente daqueles que atuavam em locais mais distantes, daqueles mais pobres e mais necessitados, doentes ou idosos. A reunião mensal do grupo era realizada na casa de Dona Lídia, situada à Av. Carandaí, 902. Grandes e inúmeros foram os atendimentos e serviços realizados em favor dos sacerdotes da Arquidiocese.

Em 06/08/1958 o Estatuto do Instituto Mater Christi, como Associação Religiosa e Civil, foi aprovado pela Cúria Metropolitana de Belo Horizonte.

MISSÃO ESPECÍFICA 

Os membros do Instituto “Mater Christi” se comprometem com uma missão específica: consagram-se a Deus, prestando assistência espiritual e rezando constantemente pela santificação dos sacerdotes, para que estes mantenham sua fidelidade a Jesus Cristo, à Igreja, sejam santos e santifiquem o Povo de Deus pelo seu exemplo e pela sua pregação, tendo como consequência, inclusive, o aumento das Vocações sacerdotais. Os membros do Instituto Mater Christi também prestam assistência material aos sacerdotes necessitados, doentes, idosos; providenciam hospitalização e outros cuidados especiais, necessários e imediatos.

NÚCLEO DIOCESANO – SEDE EM JUIZ DE FORA

Dom Geraldo M. M. Penido, ao ser transferido de BH para JF, conhecedor do trabalho do Instituto, convida Dona Lídia, fundadora e presidente da instituição, para transferir a Sede para JF. Depois de uma intensa preparação das pessoas interessadas, foi fundado o Núcleo Diocesano e Paroquial e a Sede foi transferida para Juiz de Fora, em 1961, tendo a sua Sede própria à rua Vitorino Braga, 380/396.

Primeira Diretoria: O Diretor foi o próprio Dom Geraldo, e Dona Lídia foi a Presidente e para secretárias foram designadas Zilda Assunção e Affonsina Paletta. Em 1962, foi eleita a primeira diretoria do Núcleo de Juiz de Fora, sendo a presidente, Dona Francisca F. Alevatto. Dona Lídia, Diretora e Fundadora, dava assistência em Juiz de Fora e em Belo Horizonte.

O Instituto Mater Christi possui, atualmente, núcleos em Belo Horizonte, (22); em Juiz de Fora (02) e nas Cidades de: Guaraciaba, Porto Firme, Viçosa, Teixeiras e, Cajuri (Arq. de Mariana); Santa Margarida (Diocese de Caratinga),  sendo 1 Núcleo em cada uma dessas cidades.

Atualmente existem 120 membros efetivos, 80 membros aspirantes e colaboradores e 100 membros simpatizantes e auxiliares.

Para admissão de um novo membro é necessário um conhecimento geral, elementar do que seja o Instituto e um ano de formação específica. Após essa fase é feita a admissão temporária, para que depois se dê a admissão definitiva.

Aos membros do Instituto Mater Christi são propostas as seguintes virtudes, na imitação da Mãe de Cristo e de São José:

  • Disponibilidade generosa: humildade e simplicidade- (Lc.1,48);
  • Oração e contemplação- (Lc.2,19 ; 2 2,51; At. 11,14)
  • Doação co-redentora- (Lc. 1,38 e Jo. 19,25)
  • Serviço – (Lc,1,39)
  • Fé e confiança-(Mt.1,24)
  • Prontidão, renúncia- (Mt. 12 e 19)
  • Prática religiosa e contemplação – ( Lc. 2,33 e 2,41)

O Instituto Mater Christi foi abençoado pelos Papas: João XXIII, Paulo VI, João Paulo II, Bento XVI e Francisco.

TÍTULOS RECEBIDOS

O Instituto Mater Christi recebeu os seguintes títulos oficiais: Utilidade Pública Municipal (J.F.), Lei n2 11811, de 20/07/2009; Estadual (MG) , pelo Decreto n2 9.209 de 20/12/1965; e Federal, Processo MJ n2 08071.015462/2013-32, Portaria n2 1.686 de 17/10/2014; de Entidade Benemérita, Processo n27331.00/2015, Projeto 77/2015, Lei Municipal JF n213145, de 17/06/2015.

RESPONSÁVEIS

Diretor Geral: Dom Eurico dos Santos Veloso

Núcleo Arquidiocesano de Belo Horizonte:

Dom Walmor de Oliveira Azevedo

Presidente  Marileide de Oliveira Araújo

Em Belo Horizonte o Instituto Mater Christi realiza a Adoração mensal todo terceiro sábado, as 15h, na Igreja da Boa Viagem, seguindo-se a reunião mensal as 16h. Participe! A sua presença fará a diferença!

Maiores informações podem ser obtidas com Marileide de Oliveira Araújo pelos telefones 31 99992-9189 (WhatsApp) ou 31 3373-1289, ou pelo email marileide1972@terra.com.br e/ou adoremos1914@terra.com.br